Carolina Beatriz Ângelo | Destaque do mês PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Beatriz TB

Carolina Beatriz Ângelo nasceu na Guarda a 16 de abril de 1878. Frequentou os estudos primários e secundários na sua terra natal. Posteriormente ingressou nas Escolas Politécnica e Médico-Cirúrgica em Lisboa, onde se formou em Medicina em 1902.

Tornou-se a primeira médica portuguesa a operar no Hospital de São José. A atividade profissional de Carolina Beatriz Ângelo foi conciliada com uma intervenção política e social intensa e marcante. Foi a primeira mulher a votar nas eleições para o parlamento da 1ª República Portuguesa, em 1911, algo amplamente noticiado em Portugal e felicitado em diversos países do mundo. O facto de ser viúva e ter de sustentar os seus filhos, permitiu-lhe invocar em tribunal o direito de ser considerada "chefe de família". A primeira lei eleitoral da República Portuguesa reconhecia o direito de votar aos «cidadãos portugueses com mais de 21 anos, que soubessem ler e escrever e fossem chefes de família». A militância cívica iniciou-a em 1907, em conjunto com outras médicas, vindo a aderir a movimentos a favor da paz e da defesa dos direitos das mulheres. Carolina Beatriz Ângelo foi sem dúvida uma mulher marcante na história portuguesa, com um percurso interrompido pela sua morte prematura a 3 de outubro de 1911.