A. Mendes Fernandes, Música Angélica PDF Versão para impressão

13855

De música, na Guarda dos meados do séc. XX, que nos lembre, existia o "cavalinho" que abrilhantava os saraus dançantes do Grémio Artístico Sande e Castro e, em contraste, a Schola Cantorum, do Seminário Maior. Tirando a música difundida nos "discos pedidos", prato forte da simpática Rádio Altitude, a cidade pouca música ouvia. Ao Grémio pouca gente ia, a Schola Cantorum só se fazia ouvir, ou nas solenidades pontificais da Sé, ou nas academias e festas levadas a efeito no Seminário, interpretando por via de regra peças de música religiosa, sacra, gregoriana e, nas festas abertas ao público, melodias populares portuguesas. Os grupos corais dos Colégios e Liceu pouco se ouviam.
Ainda adolescente, temos de recordar a figura do maestro que, na Sé, ordenava o coro litúrgico da Schola Cantorum. Era o Padre António Mendes Fernandes, embora nesse tempo já houvesse outros músicos liturgistas na vasta diocese. Ainda vivia o celebrado e jamais olvidado Padre Parente, dedicado à banda manteiguense de Santa Maria e a outros lavores, profanos e sagrados.
Lembra-nos ainda que, num certo momento, deixou de orientar a Schola, porque emigrou em busca de novo saber e de canónicos títulos. Lemos agora uma autobiografia, intitulada "60 Anos de Sacerdócio. Ao Serviço da Igreja e da Comunidade. Memórias de uma Vida" (Edição do autor, 2000), e temos a graça de recapitular a memória, desde o seu nascimento, no seio de uma família modesta, mas cristã, na freguesia de Soalheira, sob o padroado de S. Lourenço, mas, decerto ainda mais, sob a proteção de Nossa Senhora das Necessidades, e na alegria das festas e loas que o povo lhe entoava. Era o dia 27 de Dezembro de 1917, sendo registado no dia 2 de Janeiro de 1918. Atrasos vulgares, por ser necessário a gente deslocar-se da aldeia à sede do concelho, ao Registo Civil. Houve quem fosse registado já a andar pelo seu pé. Quem estas linhas redige nasceu em 16 de Julho de 1939, matinas de Nª Sª do Carmo, e só foi registado no dia 7 de Outubro, por final festa de Nª Sª do Rosário: Escapulário no parto. Rosário no registo.

 

 


Pinharanda Gomes - A Guarda culta : imagens de literatura, música, poesia e religião / J. Pinharanda Gomes. - Guarda : Instituto Politécnico, 2002.