PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Escola Básica do 1º Ciclo do Bonfim


bonfim_2

Caracterização da escola


O Bonfim é um espaço soalheiro virado a nascente e a sul e até aos anos quarenta do século XX esteve afastado da cidade. Além das habitações de iniciativa particular, é de assinalar a construção de alguns bairros económicos, sem os quais tardaria a ser construída a escola primária: o bairro das Casas Económicas e o bairro para as Classes Pobres, mais tarde conhecido por Bairro Salazar, actual Bairro 25 de Abril. Pouco depois surgiram as casas da descida de Alfarazes, construídas por subscrição ou doação. Em 1953, junto à cerca do Seminário, começou a construção do bairro D. José Alves Mattoso. Depois destes outros bairros/ruas foram surgindo e a capela do Senhor do Bonfim deixou de estar isolada e longe da cidade. Em suma, o Bairro do Bonfim é actualmente uma pequena manta de vários bairros.
A pacatez vivida no bairro, por volta dos anos cinquenta, apenas subsiste nalgumas ruas perto da escola e encostadas à cerca do Seminário Maior, cujo limite serviu de barreira à construção para Poente (exceptuando o bairro do Miradouro). A ligação cidade - estação e o aumento do comércio e serviços (Mercado Municipal e Central de Transportes) transformaram parte do bairro do Bonfim num centro cada vez mais movimentado. Felizmente que a zona de implantação da escola continua sossegada, pacata e aldeã.

 

Biblioteca Escolar Adriano Vasco Rodrigues


A Biblioteca Escolar na EB1 do Bonfim foi inaugurada no ano lectivo de 2003/2004.
Aprovada a candidatura da escola do Bonfim à Rede Nacional de Bibliotecas Escolares, houve que escolher um patrono que lhe emprestasse o nome. Numa reunião ad hoc de conselho de docentes foram definidos alguns critérios para a referida escolha:
Personalidade de prestígio;
Ligada às Letras;
Relacionada com a região e a Guarda.
Foi proposto o nome de Adriano Vasco Rodrigues, o que tinha, para a escola, o facto de ter sido professor do ensino primário no início da sua carreira (apesar de, pouco depois, ter optado pelo ensino liceal e superior).
As suas obras, entre livros e separatas, ultrapassam a centena, desde a História Geral da Civilização, passando por As Guerras Lusitanas, acabando na Monografia Artística da Guarda.
Para além dos alunos da escola, as crianças do Jardim de Infância da Sé recorrem com frequência a este espaço.
A biblioteca escolar veio ainda servir de motor ao Plano Nacional de Leitura (PNL), pois tornou viável a leitura orientada na sala de aula, graças ao reforço de títulos que recebemos, prática que se tornou habitual nesta escola.

 

 

 

Horário:
Manhã: 09h00m 12h30m
Tarde: 14h00m 17h30m