Bernardo de Brito (1569 – 1617) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Bernardo Brito

Mais conhecido por Frei Bernardo de Brito, foi batizado como Baltasar Brito de Andrade, tendo nascido e falecido em Almeida.
Humanista, influenciado pelo pensamento europeu do seu tempo, viajou pela Europa e estudou Humanidades em Roma, onde se familiarizou com as línguas latina, italiana e francesa.
Doutorou-se em Teologia na Universidade de Coimbra e ingressou na Ordem de Cister, uma das mais importantes da Europa, onde foi nomeado Cronista da Ordem em 1606.
Em 1616, por morte de Francisco de Andrade, foi nomeado Cronista-mor do Reino de Portugal, sendo-lhe atribuída a "Crónica de D. Sebastião", que não chegou até aos nossos dias. Escreveu o quarto "Diálogo dos reis de Portugal", em 1603, obra integrada no movimento designado por "Historiografia Alcobacense".
Entre os anos de 1597 e 1609 escreveu as duas primeiras partes da Monarquia Lusitana, que se ocupam dos tempos anteriores à fundação da nacionalidade, obra finalizada por Frei António Brandão, retomando as teorias da História Universal e do Providencialismo, definidas anteriormente por Santo Agostinho. Esta obra foi uma tentativa de escrever uma história universal o que lhe valeu o epíteto de "primeiro historiador português", por António Quadros, pois insere a história de Portugal num movimento histórico universal.
Foi também poeta, compondo textos ao gosto da época como atesta o livro "Sílvia de Lisardo".
Foi indigitado várias vezes para bispo mas recusou sempre.
Bernardo de Brito foi um notável estilista e deixou uma obra interessante sob o ponto de vista filosófico, histórico e filológico, tendo deixado muitas obras por publicar.
Quando morreu foi sepultado no Convento de Aguiar e, em 1649, transferido para o Mosteiro de Alcobaça.

 

 

Obras:

  • Diálogo dos reis de Portugal, vol.4
  • Crónica de D. Sebastião
  • Monarquia lusitana, partes I e II
  • Crónica de D. João III
  • Primeiro cerco de Diu
  • Elogio dos reis de Portugal
  • Crónica de Cister, parte I
  • Sílvia de Lisardo

 

 


Fonte:

  • GOMES, Jesué Pinharanda - Dicionário de escritores do Distrito da Guarda. - Guarda : Jesué Pinharanda Gomes, 1969.
  • Grande enciclopédia portuguesa e brasileira. - Lisboa ; Rio de Janeiro : Página , 1998-2004. – vol. 5
  • ROMANA, José Manuel Mota da - Antologia de escritores da Guarda : século XII a XX. - Guarda : Câmara Municipal, 2003.