António Telmo (1927-2010) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

AntonioTelmo

António Telmo Carvalho Vitorino, nasceu em Almeida, a dois de maio de 1927, distrito da Guarda e faleceu em Évora, a vinte e um de agosto de 2010. Era filho do jurista, poeta e jornalista António Dinis Vitorino e irmão de Orlando Vitorino, também escritor e filósofo. Licenciado em Filologia Clássica pela Faculdade de Letras de Lisboa, foi filósofo, escritor e professor.
António Telmo passou uma importante parte da sua juventude e idade adulta em Sesimbra, onde foi professor no Colégio Costa Marques. Foi, durante três anos, professor de Literatura Portuguesa na Universidade de Brasília. Mais tarde, dirigiu a Biblioteca de Sesimbra e lecionou a disciplina de Português em Estremoz. Conjugou tradições como a filosofia aristotélica e a filosofia hebraica, o sentido sagrado da língua portuguesa e o dom da palavra poética, a noção de firmamento e o culto dos heróis. A sua obra propõe uma nova visão da História de Portugal, ligada à Ordem do Templo e à Ordem de Cristo, aliando a interpretação do Mosteiro dos Jerónimos a uma nova leitura do pensamento de Luís de Camões.
Filólogo aberto à intuitio intellectualis do poder criador do verbo, a ele se devem, entretanto, a noção de uma gramática secreta da língua portuguesa e o conceito criacionista de razão poética. A sua obra A Arte Poética, reflete "o sagrado e o secreto, como paradigmas do saber". As restantes obras de caráter filosófico apontam para algumas dimensões ou perspetivas da História (filosofia da história) ou da Gramática, (gramática filosófica). Tem colaboração dispersa em múltiplas publicações periódicas assim como numerosos prefácios e posfácios.

 

Obras:

  • "Arte Poética" (1963);
  • "História Secreta de Portugal" (1977);
  • "Gramática Secreta da Língua Portuguesa" (1981);
  • "Desembarque dos Maniqueus na Ilha de Camões" (1982);
  • "Filosofia e Kabbalah" (1989);
  • "O Bateleur" (1992);
  • "O Horóscopo de Portugal" (1997);
  • "Contos" (1999);
  • "O Mistério de Portugal na História e n'Os Lusíadas" (2004);
  • "Viagem a Granada" (2005);
  • "Congeminações de um Neopitagórico" (2006);
  • "Contos Secretos" (2007);
  • "A Hora de Anjos Haver: Poemas" (2007);
  • "A Verdade do Amor, seguido de Adoração: Cânticos de Amor, de Leonardo Coimbra" (2008);
  • "Luís de Camões" (2010);
  • "A Aventura Maçónica" (2010).

 

Obras póstumas:

  • "O Portugal de António Telmo" (Antologia) (2010);
  • "Viagens à Volta de um Tapete – A Aventura Maçónica, seguido de: Autobiografia e Sobrenatural em Luís de Camões" (2011);
  • "Sesimbra, o Lugar Onde Se Não Morre" (2011).

 

Obras completas ou de conjunto:

  • "António Telmo, Obras Completas": Vol. I - Luís de Camões; Vol. II - Viagem a Granada, (2011);
  • "Obras Completas de António Telmo": Vol. I - A Terra Prometida: Maçonaria, Kabbalah, Martinismo e Quinto Império (2014); Vol. II - Gramática Secreta da Língua Portuguesa precedida de Arte Poética (2014); Vol. III - Luís de Camões e o Segredo d'Os Lusíadas (2015).

 


Fonte:

  • ROMANA, José Manuel Trigo Mota da - Antologia de escritores da Guarda : século XII a XX. Guarda : Câmara Municipal da Guarda, 2003. 406 p.
  • GOMES, Jesué Pinharanda Gomes, 1939 – A Guarda ilustrada : breve panorama dos escritores do Distrito da Guarda. Braga: Pax, 1988. 87 p.

 

Disponível em: